Telinho lidera lista de melhores marcadores do Moçambola ZAP 2017 com 17 golos

O avançado da Liga Desportiva de Maputo, Telinho, disse, no início da presente época, em entrevista ao “O País”, que ambicionava marcar 25 golos no Moçambola ZAP e conquistar o estatuto de melhor marcador da prova. “Um dos objectivos que tracei para esta época é ser melhor marcador do campeonato”, referiu na entrevista concedida em Abril passado. Telinho disse que tinha duas etapas a alcançar nesta temporada futebolística, sendo a primeira que seria de Abril até Junho, na qual pretendia “atingir a cifra de 15 golos”, e a outra que partia de Junho até Novembro, final do campeonato, onde a meta era “atingir os 25 golos”. O internacional moçambicano acreditava que seria possível, principalmente porque tinha um grupo forte e que “com o trabalho que temos vindo a realizar” era possível. Para Telinho, este era “um ano maravilhoso em que tenho que aproveitar o máximo e dar o meu melhor”. Mas nem tudo foi um mar de rosas. Ao longo da época, não participou em duas partidas devido ao castigo, para além de que não marcou em todas as partidas disputadas. No jogo da 29.ª jornada do campeonato nacional, diante do Maxaquene, Telinho marcou dois golos, fixando a sua marca em 17 golos, um número, diga-se de passagem, que passa longe do que o jogador pretendia atingir, mas ainda assim lidera na lista dos melhores marcadores da época. Aos 29 anos, o internacional moçambicano está a ter excelentes exibições no Moçambola ZAP, facto que culmina com suas chamadas frequentes à selecção nacional de futebol, os Mambas, onde tem alternado entre o banco e a equipa inicial. Telinho, que foi considerado jogador revelação em 2010, ao serviço do Ferroviário de Pemba, ambiciona nos próximos tempos jogar no estrangeiro. O atleta, que actualmente está a jogar a favor da Liga Desportiva de Maputo, passou pelo futebol sul-africano, tendo representado o Ajax de Cape Town. Em Portugal, jogou pelo Naval 1º de Maio da segunda divisão. A última experiência no futebol português foi a curta passagem pelo Nacional da Madeira, não conseguindo convencer o então treinador Manuel Machado. Concorrência longe de Telinho Nas posições imediatas da lista dos jogadores com maior número de golos, encontrámos o avançado camaronês Eva’nga, do ENH de Vilankulo, com 13 golos. Eva’nga é a maior aposta de João Chissano no ENH de Vilankulo, não obstante não marcar golos de há um tempo a esta parte.  Por outro lado, temos o avançado burundês do Chibuto, Johane, actualmente com 26 anos de idade. Vindo do Malanti Chiefs da Swazilândia, Johane sempre mostrou o seu talento e potencial. Aliás, já esteve a liderar a lista a meio do campeonato, com 11 golos, na altura mais um que os seus adversários directos, Telinho e Eva’nga. Mas depois parou de balançar as redes, acabando por ser ultrapassado pelo jogador da Liga Desportiva de Maputo. Lembre-se que, a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) estabeleceu, desde o ano passado, que o melhor marcador do Moçambola deve marcar 15 ou mais golos para receber o seu prémio, como forma de estimular a pontaria dos artilheiros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.