A GIZ está a recrutar um Assessor Júnior – Monitoria e Gestão de Tópicos Transversais (m/f), para Maputo, em Moçambique.

Descrição
  • A GIZ é uma empresa alemã que oferece serviços a nível mundial, na área da cooperação internacional para o desenvolvimento sustentável. A GIZ actua principalmente mandatada pelo Ministério Federal da Cooperação Económica e do Desenvolvimento (BMZ). Também presta serviços para outras entidades federais, governos de outros países, outros clientes internacionais e empresas do sector privado
  • O Programa da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Econômico Sustentável em Moçambique – ProEcon, implementado pela GIZ, tem como objetivo criar condições melhoradas para o crescimento inclusivo das Micro, Pequenas e Médias Empresas. A componente “Desenvolvimento do Sector Privado” promove modelos de negócio inclusivo com empresas privadas
  • O Programa global Centros de Inovação Verde no Sector Agroalimentar (GIAE), implementado em 14 países africanos e Índia e Vietnam, apoia pequenos agricultores a participar nas cadeias de valor comerciais, resultando num incremento de produtividade e renda. O outro grupo-alvo é o sector privado local. Outro objetivo é do estabilizar uma rede de empresas locais e produtores para facultarem melhores produtos, aumento de emprego e sucesso nos mercados locais e internacionais
  • Todos os projetos são desenhados e implementados em parceria com o setor privado
  • O/A Assessor/a Júnior será responsável por coordenar a recolha e processamento de dados e informações da monitoria baseada em resultados do ProEcon IA2 e do GIAE
  • Apoiar os assessores técnicos designados aos assuntos de mudança climática, género, digitalização e Innovation Partnerships
  • Criar e dar a conhecer as ferramentas de gestão digital
  • Apoiar a comunicação e processos de gestão de conhecimento
  • Apoiar o líder da equipa com processos de gestão na componente e no projecto GIAE
Funções
Mudanças climáticas, Género, Digitalização e Innovation Partnerships
  • Apoiar a realização de estratégias prácticas e concepções técnicas, inclusive o seguimento do planeamento e monitoria
  • Apoiar a planificação e implementação de processos e actividades de desenvolvimento de capacidades
  • Facilitar a organização de consultas e outras actividades relevantes em coordenação com o líder da componente, equipa local e parceiros
Monitoria baseada em resultados (ProEcon e GIAE)
  • Controlar a qualidade das ferramentas de monitoria, processos e dados
  • Disponibilizar dados á pessoa responsável para monitoria do programa (impact guard)
  • Na ausência do/da assessor/a M&E de GIAE, fazer a transferência de informações do projecto GIAE-MOZ à unidade de gestão do programa na Alemanha
  • Na ausência do/da assessor/a M&E de GIAE fazer o intercâmbio com a unidade de gestão de GIAE e outros países onde opera o GIAE
Ferramentas digitais e comunicação
  • Facilitar o intercâmbio com a sede da GIZ em Alemanha, Agência em Maputo e outros programas sobre ferramentas digitais para implementação e gestão do projecto
  • Em coordenação com o assessor técnico de TIC no projecto, apoiar a selecção, a introdução e a difusão de ferramentas de gestão digital para a equipa do ProEcon e GIAE
  • Apoiar o/a assessor/a de comunicação do ProEcon/GIAE (por exemplo prestar informações, revisão de produtos e materiais)
Gestão do projecto
  • Apoiar o/a líder/a da equipa nos processos de gestão do projecto
  • Apoiar no planeamento, preparação e implementação de actividades relacionadas à gestão do projecto, inclusive de eventos e missões
  • Apoiar o/a líder/a da equipa nos processos de aquisição de bens ou serviços
  • Regularmente actualizar o calendário de gestão e compartilhar com a administração
  • Apoiar o/a líder/a da equipa com o acompanhamento dos profissionais juniores e estagiários no trabalho do dia-a-dia
Requisitos
  • Conhecimento e experiência com as tarefas descritas
  • Identificação e formulação proactiva de formações relevantes para o desenvolvimento de capacidades
  • Intercâmbio proactivo com colegas no pais, outros países e a sede, bem como no quadro de redes regionais de experts (por exemplo NEDA, SNRD)
  • Conhecimento de trabalho com ferramentas digitais (software utilizado no sector agroalimentar, plataformas, comunidades, etc.) e aplicações do computador (por exemplo MS Office)
  • Comunicação fluida em Português e Inglês escrito e falado
  • Boa capacidade de organização do trabalho e de comunicação
  • Disposição para viagens e trabalho de campo
  • Capacidade de trabalho em várias áreas combinadas, de forma analítica e conceptual, bem como de forma estruturada e com um elevado grau de auto-organização, flexibilidade e criatividade
  • Capacidade de trabalhar independente e de forma criativa, por forma a criar soluções práticas que, no final, beneficiem a MSME e a SHF
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados

Detalhes


Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo

 

Fonte:Emprego

Leave a Reply

Your email address will not be published.