Santiago, Paris e Porto são destinos com maior alta de preços após fase mais crítica da pandemia. Levantamento do buscador Kayak compara valores das passagens em relação a igual período de 2019. Santiago, Paris e Porto são destinos que mais subiram.
Sean MacEntee on VisualHunt
Viajar de avião nas férias de julho ficou mais caro do que antes da pandemia para muitos lugares, principalmente para o brasileiro que quer viajar para fora.
Passagem área foi item que mais subiu na prévia da inflação de maio
Etias: conheça a nova autorização que vai ser exigida em viagens para a Europa
Dentre os voos mais buscados entre 3 e 10 de maio para embarcar em julho, os que mais tiveram alta de preços, em relação a igual período de 2019, foram para Santiago, no Chile, (+103%), Paris, na França, (+79%) e Porto, em Portugal (+75%).
Segundo o buscador Kayak, que fez o levantamento, a ideia era comparar “duas épocas similares”, ou seja, sem os efeitos das restrições da pandemia do coronavírus.
A pesquisa da Kayak considerou todos os voos de ida e volta partindo de todos os aeroportos do Brasil com destino a todos os aeroportos nacionais e internacionais.
Por outro lado, as passagens nacionais subiram menos e algumas tiveram até queda.
Enquanto, as passagens aéreas com destino a São Paulo e Brasília aumentaram 21% em relação a julho de 2019, os voos para Salvador (-12%) e Natal (-11%), por exemplo, chegaram a recuar no período.
Mais sobre Turismo:
Conheça viajantes que rodam o mundo com animais de estimação e fazem sucesso na web; FOTOS
Global Entry: como se inscrever no programa que torna entrada mais rápida nos EUA
Como tirar passaporte
Como tirar visto americano de turismo
O que são e como começar a juntar
Saiba se ainda vale a pena acumular



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.