Xenofobia começou há dias quando sul-africanos incendiaram mais de dez casas de estrangeiros

 

É um cenário que se repete por várias ruas da cidade Tshwane, ou seja, Pretória. Sul-africanos haviam marcado uma marcha contra imigrantes para esta Sexta-feira, e, logo pela manhã, bloquearam ruas com pedras e queimaram pneus nas vias públicas.

A polícia sul-africana diz haver relatos de várias lojas saqueadas. Entretanto, não há registo de feridos ou mortos nas mais recentes manifestações xenófobas.
De acordo com a imprensa local, a xenofobia começou mesmo há dias, quando sul-africanos incendiaram mais de dez casas de estrangeiros, alegadamente usadas para tráfico de drogas e prostituição.
Organizações da sociedade civil pedem que as igrejas de Pretória ofereçam segurança às vítimas da violência.
A marcha contra imigrantes na África do Sul é organizada por um grupo chamado Mamelodi Concerned Residents.
As autoridades sul-africanas apelam a não incitação à violência.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.