“Vigilância e denunciar actos de violência e desordem social no país” -Presidente da AR

A presidente da Assembleia da Republica Esperança Bias apela a população para maior vigilância e denúncia de qualquer acto de violência e desordem social no país.

 Esperança Bias falava hoje em Maputo na abertura da segunda sessão ordinária do parlamento referente a nona legislatura.

A presidente do parlamento voltou a condenar os ataques armados nas províncias de Sofala, Manica e em Cabo delgado.

“ Instamos a auto proclamada Junta Militar da Renamo a parar com as atrocidades que vem perpetrando nas província de Sofala e Manica. Basta de terror, de morte de concidadãos inocentes e de destruição de infra-estruturas económicas e sociais. Entreguem as armas e juntem-se a grande família moçambicana, a vossa família. No mesmo sentido, condenmos veementemente os terroristas que sem dó e nem piedade matam e promovem a desordem social na província de Cabo delgado”, disse.

Na sessão, o chefe da bancada parlamentar da Frelimo, Sérgio Pantie, disse, no seu discurso de ocasião, que a Frelimo é contra qualquer acto de violência.

O chefe da bancada da Renamo, Viana Magalhães, destacou na sua intervenção a necessidade de nesta sessão debater-se o projecto de lei sobre a recuperação de activos.

Já o MDM disse que os ataques estão a retardar o desenvolvimento económico e social do país.

A sessão terá um rol de trinta e uma matérias com destaque para a informação do Presidente da República,Filipe Nyusi, a analise e aprovação das propostas do Plano Económico e Social e o referido Orçamento do Estado, para o próximo ano. (RM)

A sessão terá um rol de trinta e uma matérias com destaque para a informação do Presidente da República, Filipe Nyusi, análise e aprovação das propostas do Plano Económico e Social e o referido Orçamento do Estado, para o próximo ano. ( RM)

Fonte:Rádio Moçambique Online

Leave a Reply

Your email address will not be published.