beiraaeroporto min

Integrantes de uma suspeita rede de imigração ilegal e provável tráfico de drogas estão a ser detidos, a partir de um caso despoletado na cidade da Beira, após a prisão de um cidadão somali, no passado dia 15, na posse de duvidosa documentação, nomeadamente certificados de viagem para refugiados, soube “Carta” de fontes fidedignas.

 

Desde que o cidadão somali decidiu abrir a boca, em interrogatório, que ele está a revelar  quem lhe facilitou os documentos. Ontem, quarta feira, foi detida a Chefe do Posto de Travessia do Aeroporto Internacional da Beira, cujo nome não conseguimos apurar. Com ela, foram recolhidos aos calabouços da PRM na Beira outros quatro funcionários dos serviços de Migração.

 

Também foram presos elementos da DIC (Direção de Identificação Civil). Segundo nossas fontes, há indicações de que também haverá detenções em Maputo, pois alguns documentos foram emitidos por entidades baseadas na capital, incluindo vistos de entrada passados no Aeroporto Internacional de Mavalane.

 

Um dos responsáveis do Serviço Nacional de Migração em Sofala, Senhor Ngonhamo, confirmou as detenções mas disse que carecia de autorização superior para fornecer detalhes à imprensa. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.