A viagem deste treinador ao seu país de origem, surge num período em que as autoridades nacionais de migração, estão a apertar o cerco aos treinadores estrangeiros no país, mas o actual líder do Moçambola-2022, com 22 pontos mais sete de vantagem que os seus perseguidores, clarifica que a situação não está relacionada com a irregularidade do técnico.Confira a baixo o comunicado tornado público pelos “hidroelétricos “.” A União Desportiva de Songo torna público que o treinador da sua equipa profissional de futebol, Srdan Zivojnov, 50 anos de idade e de nacionalidade sérvia, enfrenta problemas de saúde que, infelizmente, registaram nos últimos dias um quadro evolutivo negativo, estando a receber tratamento paliativo por via de administração de fármacos para atenuar temporariamente os sintomas associados à doença”.“O técnico padece de uma patologia recentemente diagnosticada, que, pela recente evolução negativa, implica a realização de uma cirurgia urgente no seu país de origem”.”Assim sendo, o técnico Srdan Zivojnov seguiu viagem esta quarta-feira, 17 de agosto, para a Sérvia, por forma a poder realizar a referida cirurgia e estar perto do conforto familiar, devendo retornar ao pais, daqui a 20 dias”.Num outro desenvolvimento, a colectividade sentiu necessidade de sublinhar que ” Considerando o contexto actual e para evitar qualquer entendimento dúbio, a direcção do clube sente-se na obrigação de esclarecer que, esta situação não tem nada haver com qualquer ilegalidade na sua permanência no território nacional como trabalhador estrangeiro, dado que a sua condição laboral se encontra regularizada conforme as exigências legais vigentes no país”.

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.