Sargento João Kilande Correia, morto pelos terroristas em Pundanhar, no dia 26 de Outubro de 2020

O grupo terrorista, que protagoniza ataques no centro e norte da província de Cabo Delgado, assassinou, na última segunda-feira, um sargento da Polícia da República de Moçambique (PRM), afecto à Unidade de Guarda-Fronteira. A ocorrência foi registada no Posto Administrativo de Pundanhar, no distrito de Palma.

 

De acordo com as fontes, o sargento terá sido morto, durante um ataque efectuado pelo grupo a uma das aldeias daquele Posto Administrativo, que se localiza junto ao Rio Rovuma, que separa Moçambique da Tanzânia. Aliás, as fontes avançam que parte do grupo que atacou a referida aldeia é proveniente da vizinha Tanzânia, pelo que se suspeita que seja o mesmo que atacou o povoado de Kitaya, naquele país da SADC.

 

Referir que o corpo da vítima, que integrava as fileiras da PRM desde 1999, foi encontrado esta quarta-feira. Entretanto, as fontes garantem que  foi morta mais uma pessoa durante a ofensiva dos terroristas. (Carta)

 

Legenda: Sargento João Kilande Correia, morto pelos terroristas em Pundanhar, no dia 26 de Outubro de 2020
 
 
 

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.