O SERVIÇO Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) deteve, na semana passada na cidade de Nampula, quatro pessoas indiciados de prática de vários crimes.

O chefe do departamento de investigação e instrução criminal na direcção provincial do SERNIC em Nampula, Manuel Arnaça, explicou que o suposto cabecilha do grupo, é um evadido da Cadeia Central de Maputo, onde cumpria uma pena maior. Em 2014, o mesmo indivíduo esteve detido na cidade de Nampula.

Arnaça referiu que um dos integrantes do grupo é proveniente da província de Inhambanee já fora condenado à revelia a uma pena maior, por envolvimentonum caso de posse de armas proibidas, enquanto um outro é do distrito de Monapoejá beneficiou do indulto no âmbito da lei de amnistia decretada pelo chefe do Estado no presente ano.

O quarto é proveniente da província da Zambézia e o SERNIC diz não ter o seu registo criminal daí que prossegue com investigações.

“É preciso sublinhar que estes são indivíduos envolvidos na prática de vários crimes, sobretudo roubos com recurso a arma de fogo. Um saiu de Maputo, passou por Inhambane para levar o outro. Na Zambézia recrutarammais um e encontravam-se numa residência na cidade de Nampula, junto com um outro comparsa do distrito de Monapo”, disse Arnaça.

Os três indiciados confirmam terem passado pela cadeia, mas negam estar envolvidos em actos criminais, alegando que estavam em Nampula porque o suposto chefe da quadrilha havia prometido vagas de emprego, numa empresa local.

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.