O Presidente da República, Filipe Nyusi, chamou a todos moçambicanos a serem mais vigilantes contra o terrorismo, não tomando este como assunto de Cabo Delgado, apenas. Disse que é necessário, em todas província, que quem vai transportar gente saiba quem é a pessoa que está a levar e para onde vai, exigindo mesmo o bilhete de identidade, caso seja necessário.

O Chefe do Estado interagia com a população, ontem, no posto administrativo de Chipera, no distrito da Marávia, na província de Tete, durante a cerimónia de inauguração da central fotovoltaica.

“Terrorismo não é só assunto de Cabo Delgado, mas sim de todos nós, porque agora estão a levar jovens de outras províncias para irem matar outros moçambicanos lá”, alertou o Presidente da República.

Acrescentou que os terroristas, ao invés de entrar por Cabo Delgado, usam novas rotas, passando por outras regiões do nosso país, exemplificando que recentemente alguns que se entregaram fugiam de Pebane, na Zambézia.

Desencorajou a adesão dos jovens às fileiras dos grupos terroristas, afirmando que não se devem deixar levar por falsas promessas, pois estão a sofrer de fome. Apontou como evidência o facto de as mulheres que antes eram usadas para roubar mandioca, hoje recolherem mangas. Incentivou os jovens a engajarem-se nos esforços para o desenvolvimento do país.

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.