Decisão foi tomada após a ferramenta ser usada para criar imagens falsas do Papa Francisco e de Donald Trump. Segundo o desenvolvedor, interrupção não tem relação com essas fotos. Como funcionam os robôs que criam imagens novas em segundos
O robô desenhista Midjourney, que usa inteligência artificial para criar imagens, suspendeu sua versão gratuita na última terça-feira (28). Segundo David Holz, desenvolvedor da ferramenta, a decisão foi tomada por conta de um uso excessivo, que sobrecarregou sua infraestrutura.
“Devido a uma combinação de demanda extraordinária e um abuso dos testes, estamos desativando temporariamente as avaliações gratuitas até que tenhamos implantado nossas próximas melhorias no sistema”, publicou Holz.
Na quarta-feira (29), ele disse que houve uma tentativa de retomar essa versão de testes com novas barreiras contra abusos. Mas o experimento foi mal-sucedido e a suspensão do uso gratuito do robô foi mantida.
A interrupção foi anunciada dias depois de imagens falsas do Papa Francisco e do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump circularem na internet. Mas, procurado pelo g1, Holz disse que a decisão não está relacionada com essas fotos.
Segundo ele, o objetivo da medida é evitar sobrecargas em uma nova versão Midjourney, chamada de v5 e exclusiva para assinantes desde seu lançamento.
Como identificar manipulação em imagens por robôs
Musk, cofundador da Apple e mais: quem apoia pausa nos avanços em inteligência artificial
Imagem falsa criada por IA mostra o Papa Francisco
Twitter/Reprodução
Isso porque esses usuários estavam sendo prejudicados por quem estava no plano gratuito da antiga versão da plataforma, que é limitada, mas poderia ser burlada com a criação de novas contas.
“Interrompemos os testes gratuitos por causa de uma grande quantidade de pessoas criando contas descartáveis para obter imagens gratuitas dos algoritmos da versão 4. Achamos que o culpado provavelmente foi um vídeo de instruções que viralizou na China”, disse Holz ao g1.
“Isso aconteceu junto com uma escasses temporária de GPU [unidade de processamento gráfico]. As duas coisas se juntaram e estavam derrubando o serviço para usuários pagos”.
Sobre as imagens falsas, Holz afirmou que a moderação de conteúdo é difícil, mas prometeu lançar sistemas aprimorados em breve.
Imagens falsas criadas por IA mostram Donald Trump sendo preso
Reprodução/Twitter
ChatGPT: como usar o robô no dia a dia

Globo Tecnologia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *