Já foram retomadas as aulas presenciais no distrito de Muidumbe, província de Cabo Delgado, paralisadas há mais de um ano, não apenas devido à Covid-19, mas também pelo ambiente de insegurança que caracteriza aquele ponto do país desde meados de 2018.

 

Decorrendo em apenas três aldeias (Miteda, Lutete e Namande), as aulas continuam assombradas pelos ataques terroristas em curso naquela província, facto que obriga os professores a passarem a noite na vila-sede do distrito de Mueda, um dos pontos mais seguros da província de Cabo Delgado.

 

De acordo com as fontes ouvidas pela “Carta”, os professores são transportados em viaturas do Governo distrital de Mueda para Muidumbe e vice-versa, mediante a escolta das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

 

Aliás, não são apenas os professores que passam as noites na vila-sede do distrito de Mueda, como também os técnicos e membros do Governo distrital de Muidumbe, que ainda não se sentem seguros naquele ponto do país. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.