OS restos mortais do jornalista da Televisão Experimental de Moçambique (TVM), Bento Neves, que perdeu a vida sexta-feira (30), em Maputo, vão a enterrar hoje, pelas 10.30 horas, no cemitério da Texlom, cidade da Matola, província do Maputo.

O finado faleceu aos 46 anos, dos quais mais de 25 dedicados ao jornalismo na estação pública de televisão.

O seu percurso profissional iniciou na delegação da Beira, com uma passagem por Pemba, e depois foi transferido para a sede, em Maputo, onde se notabilizou como jornalista no programa “Ver Moçambique”.

Bento Neves assumiu funções de director do Canal Internacional e do Centro de Formação da TVM, para além de ter exercido o cargo de administrador eleito.

À data da sua morte, ele trabalhava como jornalista na Redacção central. À família enlutada, a Redacção do jornal Notícias endereça as mais sentidas condolências.

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.