Organização alertou para o aumento da transmissão na América do Sul na última semana, principalmente na Bolívia, na Venezuela e na Argentina. Movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, Grande São Paulo, no dia 7 de agosto.
Fepesil/Estadão Conteúdo
A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa F. Etienne, alertou nesta quarta-feira (16) para o aumento da transmissão do novo coronavírus com a reabertura das economias e das fronteiras nas Américas.
“Na América do Sul, as áreas da Colômbia ao longo da fronteira com a Venezuela viram os casos aumentar mais de dez vezes nas últimas 2 semanas. Vemos padrões semelhantes emergindo em áreas da Argentina”, alertou a diretora, ressaltando ainda o aumento de casos nas ilhas do Caribe.
“Nossa região começou a retomar a vida social e pública quase normal em um momento em que a Covid-19 ainda requer grandes intervenções de controle” – Carissa F. Etienne, diretora da Opas
Etienne pediu cautela principalmente às pessoas que fazem viagens internacionais neste momento. “Quando as pessoas viajam, viaja também o vírus”, alertou.
“Estamos vendo isso no Caribe, onde vários países que praticamente não tiveram casos experimentaram picos de crescimento com a retomada do turismo”, disse Etienne.
A Organização orientou que, com as reaberturas e a maior circulação, medidas como distanciamento social entre as pessoas, lavagem das mãos e uso de máscaras devem ser reforçadas.
“Elas [medidas contra o coronavírus] devem ser consideradas questão de responsabilidade cívica”, disse Etienne.
“Nos lugares onde há alto nível de infecções, se necessita de medidas mais rígidas”, recomendou.
Segundo a Opas, na semana passada, as Américas alcançaram mais de meio milhão de mortes e quase 1️5 milhão de casos.
Initial plugin text



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.