Ano passado, Calane da Silva conquistou o Prémio Guerra Junqueiro Lusofonia. Entretanto, porque perdeu a vida, no início deste ano, não recebeu o prémio. Assim, esta quarta-feira, a viúva do escritor, Maida Calane da Silva, recebeu, em Maputo, das mãos da ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, a atribuição a título póstumo
·

Prémio Guerra Junqueiro chega às mãos da viúva de Calane da Silva – O País – A verdade como notícia



Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published.