Mohamed Ibrahim Moalimuu parecia ser o único alvo no ataque perto da sua residência num cruzamento movimentado na capital somali.Uma declaração do gabinete do primeiro-ministro disse que os ferimentos que sofreu não o põem em risco de vida.Era esperado que ataques do género aumentassem à medida que as tensões na Somália se agravam, devido a uma eleição nacional que há perto de um ano tem sido adiada.”Tais ataques são acções de motivação puramente política”, disse Mohamed Abdulaziz Omar, um activista da sociedade civil local, acrescentando que também ocorreram em eleições passadas na nação do Corno de África.Fonte: “Notícias ao Minuto”.

Fonte : Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.