Pelo menos 15 pessoas morreram hoje num ataque perpetrado pelo grupo extremista Al Shabaab em Mogadíscio, a capital da Somália, contra uma instalação militar de treino do Exército, segundo as autoridades locais.
O balanço do atentado, realizado por um militante suicida e reivindicado pouco depois pelo grupo jihadista, causou pelo menos 20 feridos, que foram transportados para hospitais da cidade, noticiou o portal de notícias Garowe Online.
O Presidente do país, Hasán Sheij Mohamud, assegurou à cadeia CNN, há dois dias, que iria recuperar a “narrativa do islão”, para ganhar terreno ao Al Shabaab, enquanto determinou que o Governo somali procure traçar uma nova estratégia para “estar na ofensiva”.
A Somália enfrenta um aumento do número de ataques por parte da milícia islamita, vinculada à organização terrorista Al Qaeda, tanto na capital como em outras zonas do sul do país, o que levou o Presidente a prometer um reforço das operações de segurança para fazer frente à ameaça. (RM /NMinuto)

Fonte:Rádio Moçambique Online

Leave a Reply

Your email address will not be published.