O governador da Província de Maputo, Júlio Parruque, reuniu-se na Matola com os deputados do Gabinete da Juventude Parlamentar (GJP), chefiado por Olívia Matavele. Na ocasião, Parruque afirmou que o jovem é o maior “argumento” da governação descentralizada provincial, e que a prioridade do seu Executivo é ter uma Juventude formada e com capacidades para trabalhar em qualquer parte do país.

O governador provincial destacou ainda que, a nível local, foi criado um fundo para juventude, denominado “Ndlela”, e que foi aprovado, recentemente, na VI Sessão Ordinária da Assembleia Provincial de Maputo. Explicou, também, que o objectivo do fundo é incrementar oportunidades de emprego e auto-emprego para a juventude e garantir o acesso à terra para habitação para esta camada.

O governante frisou, igualmente, que o outro compromisso do Executivo é de ver o Conselho Provincial da Juventude com instalações próprias e apetrechado de equipamento de trabalho, apelando deste modo ao GJP para continuar a priorizar as preocupações da juventude ao mais alto nível, de modo a proporcionar um ambiente saudável à população jovem.

O GJP da Assembleia da República (AR) tem como missão estabelecer um espaço de interacção entre os jovens deputados, de associações e ligas juvenis na busca de formas eficazes de intervenção da juventude, em prol da agenda nacional.

Por seu turno, o GJP enalteceu o desempenho das autoridades governamentais na província de Maputo (Governo Provincial e Conselho de Representação do Estado), que se consubstancia na implementação e cumprimento da Política Nacional da Juventude, aprovada pelo parlamento moçambicano.

As autoridades locais apresentaram um informe que espelha as acções levadas a cabo no âmbito da implementação da política da Juventude com destaque para questões de habitação, emprego e distribuição de terrenos e respectivos direitos de uso e aproveitamento de terra aos jovens.

Por seu turno, a Secretaria do Estado da Província de Maputo, explicou ainda ao GJP que estão em construção de 96 casas para jovens no bairro de Zintava, distrito de Marracuene, das quais 64 foram concluídas e foram inauguradas, a 13 de Setembro, pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário.

No âmbito do Programa “Renascer”, no Distrito da Manhiça, foram construídas 34 casas financiadas pelo Fundo de Fomento e Habitação, das quais 30 beneficiaram a jovens, e foram distribuídos 2.261 terrenos para os jovens.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.