A Assembleia Nacional angolana aprovou quinta-feira, por unanimidade, o projecto de resolução que autoriza o Presidente da República a manter, por mais três meses, a componente angolana da Força em Estado de Alerta em Moçambique.

A aprovação do documento, que passou com 187 votos a favor dos quatro grupos parlamentares, ficou marcada pela retirada da palavra pela presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, a alguns deputados do grupo parlamentar da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), maior partido da oposição, por se desviarem do tema do ponto em discussão.

O facto ocorreu com pelo menos quatro deputados daquele grupo parlamentar, que pretendiam nas suas intervenções manifestar solidariedade com uma família angolana que se encontra em Moçambique, na sequência de denúncias sobre narcotráfico em Angola, com as famílias afectadas por demolições em Luanda e até sobre a situação de governação do país, nomeadamente a segurança alimentar.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *