Direito de imagem
NASA/Robin Lee

Image caption

O eclipse lunar penumbral deixa a Lua cheia menos brilhante, como se houvesse um véu diante dela

É hora de tirar do armário binóculos e telescópios porque entre a noite desta sexta-feira e a madrugada de sábado três fenômenos astronômicos vão ocorrer quase que simultaneamente: um eclipse lunar parcial, uma Lua de Neve e a passagem do cometa 45P.

O eclipse lunar ocorre quando a Terra fica entre a Lua e o Sol. Este alinhamento faz com que a sombra da Terra seja projetada sobre a Lua.O que poderá ser observado neste fim de semana é conhecido como eclipse lunar penumbral: a Lua cheia vai perder um pouco do seu brilho intenso, como se houvesse um filtro ou véu na frente do disco lunar.

Segundo a Nasa, a agência espacial americana, o eclipse vai poder ser visto esta noite na Europa, África, oeste da Ásia e no leste das Américas do Sul e do Norte. No Brasil, o fenômeno poderá ser observado de 20h34 às 24h53, pelo horário de Brasília de acordo com a Nasa. Kitesurf e mundo acadêmico: O que andam fazendo Obama e Biden desde que deixaram a Casa BrancaO casal transgênero em que o pai deu à luz um meninoAgora ou daqui a 5 anosE o que é a Lua de Neve?

Direito de imagem
NASA

Image caption

O cometa 45P foi visto assim, esverdeado, ao passar pelo ponto mais próximo da Terra em 2011

Este é o nome dado no hemisfério norte à primeira Lua cheia de fevereiro, época das tempestades de neve. Entre algumas tribos indígenas da América do Norte, a Lua de Neve também é chamada de Lua da Fome, porque nesta época do ano é difícil caçar e conseguir alimentos. Poucas horas depois do eclipse, será a vez do cometa 45P passar a cerca de 12 milhões de quilômetros da Terra – a menor distância desde 2011.Descoberto em 1948, este cometa aparece a cada cinco anos e tem estado visível desde dezembro, de acordo com os astrônomos. Quem quiser observá-lo esta noite vai notar uma luz tênue se movendo no céu. Se perder a chance, só em 2022…

Leave a Reply

Your email address will not be published.