QUATRO trabalhadores da Empresa Pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), na zona centro do país, são dados como desaparecidos, desde segunda-feira.

O facto deu-seno ramal Nhamitanga-Marromeu, ao longo da Linha de Sena, após a avaria do meio de transporte em que circulavam, denominado “drisina”.

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação e Imagem dos CFM, foram imediatamente desencadeadas dos desaparecidos, numa acção que envolveu a comunidade local.

Os trabalhadores em causa realizavamum trabalho de levantamento técnico do sistema das telecomunicações ferroviárias nas linhas de Sena e de Machipanda

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.