Autoridades trocam farpas sobre a obrigatoriedade da vacina para a Covid-19, que ainda nem existe. Constituição Federal permite, em determinados casos, que a imunização seja compulsória. Você pode ouvir O Assunto no G1, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.
Enquanto autoridades falam e prometem muito, a população espera para ser imunizada contra um vírus que já contaminou 44 milhões de pessoas e matou mais de 1,1 milhão no mundo. Mas faz sentido debater vacinação compulsória? E, aliás, o que quer dizer vacina obrigatória? O debate em torno da questão existe ou está fora de lugar? Para responder estas e outras perguntas, Renata Lo Prete ouve Gonzalo Vecina e Daniel Wang. Fundador da Anvisa, ex-secretário Nacional de Vigilância Sanitária e professor de Saúde Pública da USP, Vecina responde sobre a obrigatoriedade para adultos e fala o que o governo deveria estar fazendo agora, no lugar de discutir esta questão. Wang, professor de Direito da FGV de São Paulo e membro do Comitê de Bioética do Hospital Sírio-Libanês, explica o que diz a lei e até que ponto obrigar alguém a se vacinar viola os direitos individuais.
O que você precisa saber:
‘Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina’, diz Bolsonaro
Executivo e Legislativo não devem deixar ‘vácuo’ para que STF decida sobre vacina obrigatória, diz Maia
MPF questiona Ministério da Saúde e Anvisa sobre escolha de vacinas contra Covid-19
Vacina contra Covid-19: primeiras aprovadas devem ser incapazes de pôr fim à pandemia
Empresas prometem disponibilizar 200 mi de doses de vacina contra Covid-19 para países pobres
O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Isabel Seta, Gessyca Rocha, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski, Renata Bitar, Vitor Muniz e Danniel Costa. Apresentação: Renata Lo Prete

Comunicação/Globo
O que são podcasts?
Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça.
Dá para escutar num site, numa plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia…
Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça – e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.

Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published.