Mais de 30 mil habitantes já dispõem de um hospital no distrito de Gurúè, província da Zambézia. Trata-se Centro de Saúde de Magige, orçado em 41 milhões de meticais.

A unidade sanitária é composta por oito blocos, dos quais laboratório, maternidade, farmácia e outros serviços. Há muito tempo que Magige clamava por uma unidade sanitária.

Assim a população deixa de percorrer os 30 quilómetros para ter acesso a uma unidade sanitária, o que só era possível na cidade de Gurúè.

A construção do empreendimento durou pouco mais de seis meses. Eduardo Cardo, director distrital de infra-estruturas no Gurúè, apresentou o projecto de construção ao timoneiro da província da Zambézia, Pio Matos.

A população presente na inauguração mostrou satisfação. Através do seu representante, Agostinho Teleia, disse: “Estamos felizes por isso mesmo queremos saudar o nosso governo pelo trabalho. Assim queremos igualmente pedir mais água, energia, vias de acesso” e outras infra-estruturas.

Na província da Zambézia, a segunda mais populosa do país, há 272 unidades sanitárias para pouco mais de cinco milhões de habitantes.

O governador da Zambézia, Pio Matos, que inaugurou o centro de saúde, apelou para o uso correcto das instalações para que serviam a mais pessoas na localidade.

“Como vocês vêm, atrás de uma realização a outro pedido. Isso significa que o vosso governo deve prover todas as necessidades básicas à sua população. Estamos a falar de mais água, hospitais, escolas, entre outras como infra-estruturas, que beneficiem directamente a população”, disse Pio Matos.

Na ocasião, o dirigente apelou à população a prevenir-se do novo Coronavírus. “Têm hospital e devem aproveitar para assim que tiverem gripe, febre entre outros sintomas aproximar, imediatamente, à equipa médica. Como vocês sabem, estamos, neste momento, em todo o mundo a enfrentar o novo Coronavírus e temos que nos precaver o máximo possível”, exortou o governador da Zambézia.

Zambézia registou, até esta quinta-feira, 50 pessoas com o novo Coronavírus, dos quais um óbito, 44 recuperados, o que cinco significa que apenas cinco continuam sob orientação das autoridades de saúde.

 

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.