cabodelgado ataques min

Cinco pessoas, todas civis, foram mortas na tarde do último sábado, numa zona de produção denominada Muissi, na localidade Messanja, cerca de 20 quilómetros da sede do distrito de Metuge. Este é o segundo ataque no distrito de Metuge, atribuído a terroristas em menos de uma semana.

 

Outras três pessoas também foram decapitadas há dias noutra zona de produção denominada Pulo, a cerca de 30 quilómetros da vila sede de Metuge.

 

Fontes disseram à “Carta” que a vila sede de Metuge está a receber, desde o princípio da tarde de sábado, famílias deslocadas fugindo a pé da zona de Muissi e da comunidade de Taratara. As fontes contaram que um grupo terrorista composto por cerca de 15 homens, alguns armados, foi visto a dirigir-se ao norte, provavelmente em direcção ao distrito de Quissanga.

 

Os terroristas continuam a “passear a classe” na província de Cabo Delgado, numa altura em que o partido no poder está reunido em Congresso, na Matola, para discutir a vida do país. Na sua abertura, o Presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, garantiu que os camaradas vão discutir o terrorismo, que assola quase todas as províncias do norte do país. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.