DONALD Trump disse no fim-de-semana que “acabou a paciência estratégica” em relação à Pyongyang, devido ao seu programa nuclear. Mas, segundo o SIPRI, além da Coreia do Norte, oito outros países, incluindo dos EUA, estão a desenvolver os seus arsenais nucleares.

A quantidade de armas nucleares no mundo continua a diminuir a ritmos baixos, porém, ao longo de repetidos anos muitos países têm anunciado a manutenção e o desenvolvimento de programas de modernização dos seus arsenais nucleares, refere o Instituto de Pesquisa da Paz Internacional de Estocolmo (SIPRI).

De acordo com o SIPRI, no início deste ano, nove países – Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França, China, Paquistão, Israel e Coreia do Norte – possuíam, no total, cerca de 14.935 ogivas nucleares, um pouco menos do que no ano passado (15.395).

Os especialistas do SIPRI dizem que a diminuição do arsenal nuclear global se efectua graças aos esforços dos EUA e da Rússia, que contam com mais de 93% das armas nucleares.

Ao mesmo tempo, porém, ambos os países estão a elaborar projectos dispendiosos para modernizar os seus armamentos nucleares. Os EUA, por exemplo, planeiam gastar 400 mil biliões de dólares com a manutenção e renovação do seu arsenal nuclear no período entre 2017 e 2026.

O relatório analítico do SIPRI também destaca que os arsenais dos outros países, China, Índia e Paquistão, por exemplo, não são grandes, mas eles começaram a instalar novos portadores de armas nucleares ou, pelo menos, já anunciaram tais programas.

“Apesar do progresso recente nas negociações sobre o acordo de proibição de armas nucleares, há programas de modernização a longo prazo em todos os nove países. Isto quer dizer que nenhum deles estará disposto a abdicar do seu arsenal nuclear num futuro próximo”, afirma o SIPRI. – SPUTNIK

Fonte:http://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/internacional/69128-nove-paises-continuam-a-modernizar-seus-arsenais-nucleares.html

Leave a Reply

Your email address will not be published.