‘Festival Mundial do Gelato’, que ocorreu este ano, escolheu os melhores chefs sorveteiros. Fazer parte dessa lista garante que o estabelecimento fique entre melhores do mundo. Gelaterias brasileiras ficam no Pará e em São Paulo. Sorveteria no Pará em 32º lugar do “Gelato Festival World Ranking”
Reproduão/ Instagram Sorveteria Cairu
Para comemorar o início da primavera e a volta gradual do calor, o Brasil comemora nesta sexta-feira (23) o Dia do Sorvete. Se você é fã da sobremesa, duas sorveterias brasileiras têm os melhores chefs do mundo eleitos no “Festival Mundial do Gelato”, que ocorreu este ano em Roma, na Itália.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Fazer parte da lista dos melhores sorveteiros é conquistar a chancela de que o estabelecimento está entre os melhores do mundo.
O ranking é uma parceria entre o Gelato Festival, a empresa Carpigiani e a Exposição Internacional de Sorveteria, Confeitaria e Panificação Artesanal (Sigep).
Cerca de 5 mil profissionais da área participaram do concurso. A primeira posição ficou para Marco Venturino, da loja de gelatos “I Giardini di Marzo”, localizada na cidade de Varazze, na província de Savona, noroeste da Itália.
Premiado com três coroas pelo gelato “Bocca di Rosale”, feito à base de chocolate branco aromatizado com água de rosas, o chef foi nomeado o melhor mestre de gelato.
Gelato “Bocca di Rosale”
Divulgação
O vice-campeão foi Adam Fazekas, da “Fazekas Crukraszda”, de Budapeste, na Hungria, com o sorvete de pistache. Já o terceiro lugar também é italiano e ficou com Giovanna Bonazzi, de “La Parona di Gelato”, em Verona, no Vêneto.
As sorveterias brasileiras contempladas no top 50 da lista foram a “Sorveteria Cairu”, que fica em Belém (PA) e a “Gelateria San Lorenzo”, localizada em São Paulo (SP).
LEIA MAIS:
Confira aqui quanto custa comer nas melhores pizzarias do guia italiano
Quatro restaurantes de SP ficam entre os 100 melhores restaurantes do mundo
Batata ‘dorme’ por meses antes de ser plantada
Conheça, a seguir, as sorveterias brasileiras citadas no ranking para celebrar a data.
Sorveterias brasileiras no top 50
Cairu – (32ª posição)
Sabores de morango e carimbó da sorveteria com chef premiado
Reprodução/ Instagram Sorveteria Cairu
Comandada por Armando José Lauian Filho, a “Cairu” foi a brasileira mais bem colocada no ranking e ocupou a 32ª posição. O chef também levou o título de sorveteiro “de ouro” do país.
A sorveteria, que já recebeu outros prêmios nacionais e tem seis décadas de história, é conhecida pelo protagonismo na seleção dos ingredientes típicos da região Norte.
O sabor apresentado para os jurados foi o “Carimbó” feito com cupuaçu e castanha-do-pará.
“Quando o sabor foi criado ficamos refletindo sobre a mistura de suas peculiaridades da Amazônia, e sentimos que poderíamos fazer uma bela homenagem. Então resolvemos coroá-lo com o nome de uma dança típica da nossa região que se chama ‘Carimbó'”, disse publicação nas redes sociais.
Casquinha no sabor de “Taperebá”, da sorveteria “Cairu”, de
Reprodução/ Instagram Sorveteria Cairu
Gelateria San Lorenzo – (37ª posição)
Outra brasileira que participa da lista é a “Gelateria San Lorenzo”, que ficou na 37ª posição do ranking. Ela é conhecida por trazer diversidade de sabores no cardápio.
O menu reúne 60 sabores de gelatos como: baba de moça, gorgonzola, hibisco, panetone e pétalas de rosa. Segundo a gelateria, um dos mais pedidos é o sabor “Figo com Mascarpone”.
Gelato com pistache
Reprodução/ Instagram San Lorenzo Gelateria
A gelateria também recebeu outros troféus como o melhor gelato do Brasil, em 2018, e, em 2021, com o sabor de ricota, mel com alecrim e pinoles.
Gelato eleito o melhor do Brasil em 2018 e 2021
Reprodução/ Instagram San Lorenzo Gelateria
O que é gelato?
O gelato é o sorvete de massa italiano e artesanal. As receitas são bem próximas às que fazemos em casa e, por isso, é considerado mais saudável.
Não tem os mesmos aditivos e conservantes que o sorvete de massa tradicional, por isso, deve ser consumido em um dia. Também não tem a gordura hidrogenada – é usada a própria gordura do leite para dar cremosidade.
O sorvete, em geral, é uma mistura de leite, fruta (cacau ou outro ingrediente principal) e açúcar. Mas o sorvete também pode ser à base de água e ter gordura vegetal, não só a gordura animal. Só que textura mais macia ou mais dura, depende do balanceamento dos açúcares e a incorporação de ar.
De onde vem a rosa: flor pode ser utilizada em sorvetes
De onde vem a rosa
Initial plugin text



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.