Durante “O Estado de Emergência, a circulação de mercadorias foi assegurada para que os outros povos não morressem de fome”, disse Carlos Mesquita, ajuntando que os outros países procederam da mesma forma no âmbito do “cumprimento das medidas emanadas” por causa da pandemia do novo Coronavírus

Não houve escassez de alimentos durante o Estado de Emergência no país

Os quatro meses de Estado de Emergência não afectaram a circulação de produtos, principalmente alimentares, entre Moçambique, Malawi, África do Sul e outros países da SADC, de acordo com o ministro da Indústria e Comércio, Carlos Mesquita.


Fonte

12 thoughts on “Não houve escassez de alimentos durante o Estado de Emergência no país”
  1. Isso é verdade o que este senhor falou 120 dias ninguém morreu a fome isso para mostrar ao governo moçambicano que SÃO burros mesmo sem dinheiro adquirido ajudar ninguém nós somos protegidos por Deus mas no fim vão pagar isso no inferno por enganar o povo que sofre

  2. Do tipo esta tudo bem?cara sem vergonha desse governo,,,no momento onde nao se trabalho sai afirmar que nao houve escassez,entao houve dinheiro pr compramos?nada esses nao sao humanos

Leave a Reply

Your email address will not be published.