A CAMPANHA de comercialização da castanha de caju, em Moçambique, na presente época 2022-2023, poderá saldar-se numa renda bruta de 87 milhões de dólares norte-americanos para os produtores.
A projecção foi feita pelo vice-ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Olegário Banze, na quarta-feira, em Nassuruma, distrito de Meconta, na província de Nampula, onde está implantado um centro de investigação do caju, durante o lançamento da campanha de comercialização desta cultura de rendimento.
“Para a campanha de comercialização 2022-2023, que inicia, foi projectada a comercialização de cerca de 150 mil toneladas de castanha, o que poderá representar um crescimento de cerca de três por cento, em relação à última campanha”, disse.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.