O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, convidou ontem os moçambicanos na diáspora a investirem todo o seu capital material e imaterial no desenvolvimento do país, aproveitando as oportunidades que estão a ser criadas para o efeito.

Filipe Nyusi falava no Palácio da Ponta Vermelha, na habitual recepção aos moçambicanos que trabalham e vivem em diversos pontos do mundo que o foram saudar por ocasião do fim do ano.

Estiveram representados na cerimónia, que este ano teve lugar sob o lema “Estimular o espírito empreendedor da diáspora moçambicana para o desenvolvimento nacional”, compatriotas que vivem e trabalham na Alemanha, Luxemburgo, Malawi, Portugal, Quénia, Reino Unido da Grã-Bretanha, Suíça, Tanzania, África do Sul, Suazilândia e Itália, estes últimos pela primeira vez.

O Chefe do Estado classificou a cerimónia de ocasião para dialogar e trocar pontos de vista sobre Moçambique e as oportunidades que se abrem nos países onde vivem, bem como traçar estratégias para capitalizar os seus conhecimentos e experiências no desenvolvimento nacional.

Manifestou a abertura do Governo para receber qualquer contribuição da diáspora moçambicana, agradecendo a diplomacia informal que desenvolvem ao projectarem a imagem do país além fronteira.

“É necessário conjugar esforços e sinergias de todos, incluindo a nossa diáspora. Gostaríamos de deixar registado o nosso grande apreço e orgulho pela vossa contribuição, com ideias, no processo na nossa governação. Esta vossa participação patriótica ficou sempre patente, quando interagimos convosco nas visitas que efectuamos aos países onde residem e tivemos oportunidade de saber que têm mantido uma postura e comportamento exemplar de verdadeiros filhos da nação moçambicana, dignificando a todos nós”, disse Nyusi, enaltecendo a ligação destes com a pátria, através desta saudação.

Falou dos desafios que o país enfrenta, decorrentes da conjuntura internacional e factores internos adversos, o que condiciona o posicionamento de qualquer um para participar nos esforços de desenvolvimento nacional, bem como dos progressos que estão a ser alcançados no processo de busca da paz efectiva.

Disse que o país caminha para uma sociedade de conhecimento e continua a precisar da diversificação da economia, aumentando a produção, produtividade e a competitividade para garantir, de modo sustentável, uma vida digna a toda a população.

Na mensagem apresentada ao Chefe do Estado, os moçambicanos na diáspora manifestaram a sua disponibilidade em partilhar ideias, no contexto da materialização dos objectivos mais nobres do povo moçambicano, reconhecendo o trabalho que está a ser realizado em prol do desenvolvimento económico, social, político e cultural do país, bem como na resolução das suas preocupações.

Congratularam o Presidente da República pelo seu empenho na busca da paz efectiva para o bem-estar do povo e promoção do desenvolvimento, simbolizado pelas deslocações à Gorongosa para se encontrar com o líder da Renamo.

“A comunidade moçambicana na diáspora tem acompanhado e saúda as iniciativas que desenvolve ao nível internacional para superar a crise económica que afecta o nosso país”, disse José Guivala, em nome de todos, apelando ao acolhimento dos moçambicanos que desejam regressar e investir nas suas zonas de origem.

 

 

 

 

Fonte:http://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/politica/74551-na-diaspora-pr-convida-mocambicanos-a-atrair-mais-investimentos.html

Leave a Reply

Your email address will not be published.