Cerca de 96 milhões de dólares foram angariados, na venda de rubis, pela Montepuez Ruby Mining, um novo recorde histórico atingido no leilão de rubis, realizado na Tailândia.

A empresa moçambicana apresentou, na venda de rubis de qualidade mista, cerca de 667 quilates extraídos da sua área de concessão e conseguiu adquirir, aproximadamente, 96 milhões de dólares de 30 de Maio a 17 de Junho do presente ano.

No leilão, 49 empresas fizeram lances e geraram receita com um valor médio global de cerca de 247 dólares por quilate, um novo recorde para qualquer leilão de rubis de qualidade mista.

Dos 119 lotes apresentados, 112 foram vendidos, o que corresponde a 94 por cento, e cerca de 64 por cento dos quilates oferecidos, também, foram vendidos.

Os rubis produzidos na província de Cabo Delgado têm tido maior procura no mercado internacional, sobretudo o asiático. Como prova da aceitação dos rubis moçambicanos, estão os resultados obtidos no leilão realizado em Banguecoque, na Tailândia.

Com sete anos de existência, a Montepuez Ruby Mining já vendeu um total de 13,6 milhões de quilates de pedra preciosa em bruto, que geraram 731,5 milhões de dólares em receitas.

Em 2019, a empresa moçambicana gerou 122 milhões de dólares de receitas de leilões de rubis, enquanto, em Abril de 2020 e Março de 2021, a mina ficou fechada devido à impossibilidade de realização de qualquer leilão gerado pela pandemia da COVID-19.

As receitas deste leilão serão repatriadas pela Montepuez Ruby Mining para garantir o pagamento pelo direito da comercialização.

Fonte:O País

Leave a Reply

Your email address will not be published.