Um novo recorde de mortes por Covid-19 foi registado, esta quarta-feira, na República de Moçambique, com o anúncio de 32 vítimas mortais em apenas 24 horas. O número faz com que o país passe a contar com 1.190 óbitos desde a eclosão da pandemia.

 

De acordo com as autoridades da saúde, 20 pessoas perderam a vida na cidade de Maputo, seis na província de Maputo e três em Inhambane. As províncias de Sofala, Manica, Tete e Niassa registaram um óbito cada. Dos perecidos, 17 eram do sexo masculino e 15 do sexo feminino, tendo idades que variam entre 10 e 59 anos.

 

Para além do novo recorde de vítimas mortais, o país notificou mais 1.704 novas infecções, das quais 1.111 na capital do país. A província de Maputo registou 161, Niassa 114, Inhambane 129, Tete 73, Sofala 54, Zambézia, Nampula 13, Cabo de Delgado e Manica três cada e Gaza dois casos. O país conta, assim, com 103.713 casos diagnosticados desde Março de 2020.

 

As autoridades da saúde anunciaram também o internamento de mais 82 pessoas, contra 53 que tiveram alta, pelo que 494 pacientes continuam internados, dos quais, 345 estão na cidade de Maputo.

 

Entretanto, mais 1.721 cidadãos recuperaram da Covid-19, subindo para 180.058 (77.2%) o total de recuperados da Covid-19. Neste momento, o país conta com um total de 22.461 casos activos, sendo que 13.605 estão na cidade de Maputo, 3.753 na província de Maputo, 1.736 em Tete e 1.096 na província de Inhambane. (Marta Afonso)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.