Assinala-se hoje, em todo o mundo, o Dia Internacional de Combate ao HIV/SIDA, uma doença que, em Moçambique, segundo o Secretário Executivo do Conselho Nacional do Combate ao SIDA, Francisco Mbofana, infecta 356 pessoas por dia.

 

Em entrevista concedida ao semanário Domingo, Mbofana explicou que, apesar dos esforços empreendidos pelo Governo para combater a doença, em 2019, foram registadas 130 mil novas infecções de HIV/SIDA. Até Setembro deste ano, garantiu a fonte, 1.3 milhão de pessoas estavam em tratamento anti-retroviral, sendo que a taxa de abandono ao tratamento, em 2019, fixou-se nos 30%.

 

Segundo o Secretário Executivo do Conselho Nacional do Combate ao SIDA, nesta luta, ainda falta a expansão das intervenções de prevenção primária de HIV, assim como a combinação de abordagem para a prevenção da doença, que inclui questões comportamentais, biomédicas e estruturais.

 

Mbofana defende haver cerca de 900 mil pessoas com HIV e que não sabem que estão infectadas. O tratamento da doença, de acordo com Francisco Mbofana, custa em média 64,60 USD para adultos e 130,45 USD para as crianças. Sublinhar que “Solidariedade Global, Responsabilidade Partilhada” é o lema escolhido para este ano. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.