A entidade governamental sublinha a forte possibilidade de queda do metical e de aumento do nível geral de preços de bens e serviços nos próximos cinco anos.“Relativamente aos riscos macro-económicos, são identificadas três fontes que poderão criar desvios orçamentais, caso se materializem, nomeadamente o abrandamento do crescimento económico, a vulnerabilidade da taxa de câmbio e uma inflação acelerada, com a probabilidade de ocorrência de 42,9%, 71,4% e 42,9%, respectivamente, a médio e longo prazo”, refere o documento, citado pelo Diário Economico.Dados do Ministério da Economia, referem que, o sector empresarial do Estado, que representa mais de 12% do Produto Interno Bruto (PIB), em conjunto com os fenómenos e desastres naturais é que tornam a economia nacional cada vez mais vulnerável a estes riscos.

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.