MAPUTO- “São os transportes que não funcionam para garantir a mobilidade ou transferência de carga da zona de produção para os centros de consumo, são áreas que são reduzidas em termos de produção porque há sempre o risco de muito investimento para depois poder ter impactos negativos”, lamenta Carlos Mesquita, para quem é “difícil quantificar os danos” causados pela insegurança.Mesquita espera que a breve trecho o clima de segurança seja restaurado de modo que a economia corra com normalidade.”Vamos continuar a acreditar, e é esta esperança que nós continuamos a dar como Governo. Acreditamos que este problema de segurança será resolvido”, afirma.Entretanto, enquanto não se resolve o problema da insegurança em alguns pontos do país, o ministro da Indústria e Comércio apela à produção onde é o ambiente é favorável.Carlos Mesquita falava em Maputo à margem da cerimónia de atribuição do selo “Made Mozambique” a sete empresas.No evento, o responsável reafirmou à necessidade de mais exportações do que é produzido a nível nacional.Fonte:Jornal O País

Fonte: Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.