Insetos entraram pelo buraco do carregador do aparelho da escritora Mariana Vieira, moradora de Brasília. Ela conta que está curiosa para ler livros ‘comprados’ pelas formigas. Insetos entram em aparelho digital e compram livros
Moradora de Brasília, a escritora Mariana Vieira, de 32 anos, teve o Kindle, leitor digital da Amazon, invadido por formigas após passar semanas sem mexer no aparelho. Os insetos entraram pelo buraco do carregador.
Além de formarem um ninho dentro do equipamento, as formigas também “compraram” dois livros, que Mariana garante que vai ler.
“Pedi o reembolso e recebi, mas agora me sinto na obrigação e estou curiosa para ler esses livros que foram escolhidos”.
LEIA TAMBÉM:
Esconder o ‘online’, saída silenciosa dos grupos e mais: veja as últimas atualizações do Whatsapp
‘Me olham com estranheza’: brasileiros contam como é ter um chip implantado na mão
Mariana conta que tentou carregar o Kindle, mas o aparelho apresentava um sinal de mau contato. “Dei umas batidinhas, resolvi soprar dentro do aparelho, que é a solução que a gente dá pra tudo eletrônico. Soprei e, quando eu vejo, saiu um monte um monte de formiga”, disse à TV Globo.
Vídeo: formigas invadem Kindle, compram livros e dona decide congelar aparelho
Ela disse que ficou surpresa com a quantidade de formigas que saíram do leitor digital. “Vários filhotes também, pequenininhas. Fiquei desesperada. Não sabia o que fazer”, lembra Mariana.
Ela conta que deixou o aparelho de lado, porque achou que estivesse danificado de vez. A história viralizou na internet, após uma amiga da escritora fazer uma publicação em uma rede social.
As pessoas, então, sugeriram que ela colocasse o equipamento no congelador, para matar as formigas. Ela seguiu o conselho e resolveu o problema.
Curtos-circuitos
Vídeo: formigas invadem Kindle, compram livros e dona decide congelar aparelho
Arquivo Pessoal
O especialista em tecnologia Walker de Alencar explica que as formigas podem ter causado pequenos curtos-circuitos que resultaram nas compras.
“Pode ser que [as formigas] encontrem algumas brechinhas para entrar e tomar posse dos eletrônicos. Isso gera alguns curtos-circuitos ou contatos que podem ocasionar esse tipo de situação”, aponta.
Alencar conta que o primeiro caso de erro reportado em computadores, nos Estados Unidos, foi causado por uma mariposa, que estava dentro do dispositivo.
Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.

Globo Tecnologia

Leave a Reply

Your email address will not be published.