Grupo étnico Nandé atacou membros da etnia Hutus

 

Membros do grupo ético Nandé da República Democrática do Congo mataram 25 civis, a maior parte deles atacados por catanas até à morte. Milícia teria decapitado maioria das vítimas, o conflito opõe habitantes das etnias Nandé e Hutus.

O delegado local do governador da província de Kivu do Norte, Bakundakabo, destacou que todas as pessoas eram civis Hutus e que o massacre ocorreu entre as 4 e 8 horas locais.

“Entre as vítimas, 24 foram assassinadas com catanas e uma (mulher) a tiros”, disse Hope Kubuya, autoridade da sociedade civil local.

“Esta incursão dos Mai-Mai Mazembe no povoado dos hutus contribui para avivar o conflito inter-étnico na região”, acrescentou a sociedade civil após comprovar a estrutura do ataque.

O grupo Mai-Mai Mazembe é formado por cidadãos das comunidades Nandé, Hunde e Kobo e se opõe aos membros do grupo Nyatura (hutu). A localidade de Nyanzale, onde ocorreu o massacre, é povoada na maioria por hutus.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.