“A nossa polícia continua com a ideia de que o seu desempenho é avaliado em função do número de prisões que realiza, bem como das apresentações de suspeitos nos diversos canais televisivos e outros órgãos de informação” declarou Menete, antecipando-se a PGR, e acrescentou ser necessário “penalizar os agentes da polícia e os profissionais da comunicação social envolvidos”.

De acordo com Menete a “corrupção na polícia tem contribuído para fragilizar o nosso sistema de administração da justiça. O assassinato do Dr. Marcelino Vilanculos, magistrado do Ministério Público, em circunstâncias que levam a crer que o sistema está infiltrado, e a fuga de um dos principais suspeitos, do estabelecimento prisional, são prova de que a corrupção graça a instituição policial e os Serviços Penitenciários”.

http://www.verdade.co.mz/tema-de-fundo/35/61325

Mais alto Magistrado “gazeta” abertura do ano Judicial de 2017 em Moçambique

@Verdade Mais alto Magistrado “gazeta” abertura do ano Judicial de 2017 em Moçambique Presidente Filipe Nyusi Bastonário da Ordem dos Advogados Flávio Menete presidente do Tribunal Supremo, Adelino Muchanga Procuradora-Geral da República(PGR), Beatriz Buchili


Source

Leave a Reply

Your email address will not be published.