ACOMPANHIA Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) deu a conhecerter transportado um total de 29.923 passageiros em Janeiro de 2021, contra 53.249 viajantes nas suas aeronaves no período homólogode 2020, representando deste modo um decréscimo de 44%, devido à pandemia da COVID-19. 

As três maiores rotas em termos de tráfego de passageiros transportados foram Maputo-Nampula-Maputo 

com 6.438 passageiros, Maputo-Beira-Maputo com 4.793, Maputo-Tete-Maputo com 4.226 e Maputo-Pemba-Maputo com 3.706, passageiros  transportados.

Em comunicado de imprensa, a Direcção Geral da LAM deu ainda a conhecer que a empresa registou, igualmente, no mês de Janeiro de 2021, um índice de pontualidade operacional de 91% num universo de 608 partidas, significando um acréscimo de três pontos percentuais em relação ao igual período de 2020, onde a pontualidade registada foi de 88% para um total de 1.088 partidas. 

“De entre as escalas analisadas no período em referência, destacam-se as de Chimoio, Tete, e Joanesburgo com um registo de 100%, Maputo 93% e Nampula com 92% de pontualidade”, refere a LAM.

Entretanto, e para responder à demanda do mercado, a companhia de bandeira aumentou a frequência de voos para Quelimane, tendo sido programados mais voos às quartas-feiras entre Quelimane-Beira e aos sábados entre Beira e Quelimane.

De igual modo, decorrerão voos entre Quelimane-Tete às sexta-feiras e Tete-Quelimane aos domingos.

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.