A gigante empresa mineira de origem irlandesa, Kenmare Resources PLC, que opera na província de Nampula, quer passar a consumir mais o conteúdo nacional. Pretende, a partir deste 2022, fazer mais negócios com fornecedores de bens e serviços moçambicanos.

 

Num comunicado a que “Carta” teve acesso, consta que, recentemente, a empresa lançou um portal electrónico para o registo de fornecedores na sua base de dados. Além disso, convida todas as entidades nacionais e legais, individuais ou colectivas, que estejam interessadas em fazer parte da base de dados de fornecedores, a se cadastrarem.

 

Na sua nota, a companhia assegura que, uma vez registadas, as empresas nacionais estarão habilitadas a receber solicitações de propostas da Kenmare para as categorias aplicáveis para a sua área de actuação. Sublinha, porém, que o registo não significa aprovação automática para adjudicação e consequente fornecimento de bens e serviços.

 

Esta informação é uma lufada de ar fresco, numa altura em que por causa das crises que assolam o país, entre as quais, a pandemia da Covid-19, várias empresas, principalmente pequenas e médias, estão a falir, cortando impostos ao Estado e remetendo os trabalhadores ao desemprego. É o caso da indústria de construção civil que, nos últimos dois anos, num universo de três mil associados à Federação Moçambicana de Empreiteiros, pelo menos 500 foram à falência, por falta de negócios, um pouco por todo o país.

 

Este anúncio coincide com o ano em que a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) pretende passar a medir e publicar o nível de aplicação do conteúdo local por parte das multinacionais que operam em Moçambique. Pretende com a iniciativa monitorar a evolução do conteúdo local nos grandes projectos; reactivar o debate sobre o conteúdo local em Moçambique e contribuir para a participação das pequenas e médias empresas nos grandes projectos. Além da CTA, o Centro de Integridade Pública (CIP) quer igualmente passar a publicar, anualmente, pesquisas sobre a matéria.

 

A Kenmare Resources PLC é uma empresa mineira de direito irlandês sediada em Dublin. A empresa é membro do FTSE AllShare Index e está listada prioritariamente na Bolsa de Valores Irlandesa. A principal actividade do Grupo é a operação da Mina de Minérios de Titânio de Moma, localizada na costa nordeste de Moçambique e em actividade comercial desde 2009. 

 

A Kenmare é referência mundial no fornecimento de produtos de areias pesadas a consumidores e para clientes de dimensão global, operando em mais de 15 países. O resultado das operações da mina consiste em vários graus de minérios de dióxido de titânio, ilmenita, rutilo, assim como minérios de zircónio e zircão. Os produtos da Kenmare são matérias-primas-chave processadas na forma de produtos intermédios e consumidos em última análise como produtos diários de “qualidade de vida”, como tintas, plásticos e telhas cerâmicas. (Evaristo Chilingue)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.