Recordam-se do caso que opõe Josina Machel a Rofino Licuco?

 

Pois, o drama tem um novo episódio. Um anúncio judicial publicano hoje convoca Josina Machel e Movimento Kuhluka a se defenderem, querendo, nos autos de uma providência cautelar movida por Rofino Licuco, antigo namorado da filha de Samora Machel, acusado de violentá-la até perder um olho.

 

O anúncio não detalha as razões da intentada providência.

 

Mas “Carta” investigou e apurou que Rofino Licuco pediu ao Tribunal Judicial da Cidade de Maputo para que Josina Machel e o Movimento Kuhluka se abstivessem “de usar, produzir por qualquer processo eletrónico, mecânico ou fotográfico, incluindo fotocopia ou qualquer tipo de gravação em programas, eventos privados ou públicos em que pretendam defender qualquer causa social, política, pessoal, comunitária ou pública o nome e a imagem do requerente”. E a juíza Judite Sindique Correia assinou por baixo, anuindo ao pedido.

 

Os visados têm agora 8 dias para contestar. (Carta)

Fonte: Carta de Moçambique

Leave a Reply

Your email address will not be published.