Published On: Thu, Mar 26th, 2020

Jogadores em Portugal e África do Sul apelam cumprimento de medidas de prevenção

Jogadores em Portugal e África do Sul apelam cumprimento de medidas de prevenção

Os Jogadores moçambicanos que actuam na África do Sul e Portugal dizem estar a cumprir as recomendações das autoridades da saúde para prevenção do Covid-19. Edmilson Dove e Kamo-Kamo apelam à calma aos moçambicanos e ao cumprimento das medidas de prevenção.

 

Tudo está parado! Não se joga em grande parte dos campeonatos nacionais, incluindo na vizinha África do Sul e em Portugal, onde temos vários jogadores moçambicanos a representarem clubes locais. O momento é de tensão pela propagação do novo Coronavírus e os jogadores não ficam alheios à pandemia.

Edmilson Dove, a jogar no Cape Town City da África do Sul, começa por dizer que “se um dia já pensaste em jogar para o mundo, esta é a oportunidade certa. No entanto, é chagada a hora de pôr a mão à consciência, não pensarmos só em nós, mas pensarmos no mundo todo”, como forma de fazer perceber que esta é uma pandemia que ultrapassa os limites do futebol.

Por isso, pôr a mão na consciência e pensar nos outros é o que fazem os jogadores moçambicanos na diáspora, que neste período de pandemia tem estado em quarentena domiciliária. Edmilson Dove e Kamo Kamo, a jogarem na África do Sul e Portugal, dizem não ser fácil cumprir, mas necessário.

Dove diz mesmo estar ciente de que é difícil mudar de rotina, “deixar de fazer aquilo que fazíamos diariamente para ficar em casa”, mas que é um mal necessário.

O lateral esquerdo moçambicano, Edmilson Dove, diz mesmo que não tem outra alternativa senão cumprir com a quarentena obrigatória decretada pelo governo sul-africano, de permanecer 21 dias dentro de casa. “Aqui só sai para ir ao supermercado comprar produtos essenciais. Fora isso, só podemos ficar em casa, sem alternativa”, disse o internacional moçambicano a actuar na terra de Mandela.

Kamo Kamo diz que os dias tem sido praticamente os mesmos, algo que o deixa cansado. “Todos os dias é mesma coisa: acordar, treinar, tomar banho, dormir! Acordar de novo, treinar, jogar game, conversar com colegas, dormir, sempre a mesma rotina”, mas sem outra alternativa, pois está a preservar a sua saúde e dos demais.

Em Portugal, apesar de estar em quarentena, o médio moçambicano tem estado em contacto com outros compatriotas, e assegura estarem todos bem. “Tenho falado com Bruno e Amâncio sempre e eles também bem”, garante Kamo Kamo que tem recebido ainda chamadas e mensagens do seu treinador, Chiquinho Conde, e do seleccionador nacional, preocupados com a sua saúde.

Com os números de infectados a subir em Moçambique, os jogadores apelam a calma aos moçambicanos e ao cumprimento das medidas de prevenção. Dove foi pereptório em dizer que “é sabido que o vírus é facilmente transmissível pelo aperto das mãos e por isso apelo a responsabilidade de todos, pois todos juntos somos mais fortes”. Uma mensagem compartilhada por Kamo Kamo, que espera que os moçambicanos cumpram as medidas de prevenção divulgadas pelo governo.

Recorde-se que os dois jogadores tinham sido convocados para a dupla jornada de acesso ao CAN-2021, diante dos Camarões, ora cancelados devido a pandemia do COVID-19.

 

Fonte:O País

Leave a comment

XHTML: You can use these html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Compre e Venda

Vendas Online