“Quis o destino que o Irmão Mbalua, até então um ilustre desconhecido, fosse a testa de ferro dessa inusitada experiência”, por Joaquim Oliveira.

′′ I wanted the fate that Brother Mbalua, until then an illustrious unknown, was the iron forehead of this unusual experience “, by Joaquim Oliveira.

Translated from Portuguese

Irmão Mbalua – O

O debate em torno do


Fonte

13 thoughts on “Irmão Mbalua – O”
  1. É inédito! Pela primeira vez vejo um artista e sua música sendo avaliada por académicos, sociedade civil, juristas, outros músicos, etc.

  2. Sensacional!
    Amei a reflexão e proponho um fim do debate em torno do “culupado” do irmão Mbalua

  3. Uma reflexão nota 1000. Aliás, quando lia a sua abordagem no ponto i) até me recordei do cantor #Mussa_Rodrigues também da Zambezia com a sua letra “EU SOU CANTORI, EU SOU MOÇAMBICANO DA POROVINCIA DA ZAMBEZIA”

    É interessante a forma natural como eles exteriorizam as suas almas artísticas, imbuídos de traços que timbram a diversidade da nossa moçambicanidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.