Tecnologia deve detectar e borrar nudez, mas plataforma garante que não conseguirá acessar as imagens. Ferramenta será opcional aos usuários.
O Instagram começou a testar um filtro contra nudes enviadas por meio das DMs (sigla para “Mensagens Diretas”, traduzida do inglês).
O filtro deve borrar as imagens que tenham tido nudez detectada. Os usuários conseguirão visualizar as fotos caso queiram e o filtro será opcional.
A informação foi confirmada pelo site especializado The Verge, depois que o programador Alessandro Paluzzi publicou uma imagem do que seria a explicação da plataforma aos usuários sobre a nova funcionalidade.
“Essa tecnologia não permite que a Meta veja as mensagens privadas de ninguém, nem que elas sejam compartilhadas com a gente ou com qualquer outra pessoa”, afirmou o Instagram ao g1.
ENTENDA: O que é a lei de importunação sexual, que pode enquadrar assédio nas redes sociais
Esforço por moderação
Nos últimos meses, o Instagram tem investido em ferramentas para que usuários possam moderar e filtrar o conteúdo dentro da plataforma.
Em agosto do ano passado, a rede social anunciou atualizações para limitar comentários e mensagens ofensivos na rede social.
Neste ano, a plataforma começou a limitar conteúdo sensível para adolescentes e criou a “Central da Família”, onde pais podem monitorar quanto tempo os filhos gastam e quais páginas e publicações eles denunciam.
No Brasil, enviar nudes sem permissão pode ser enquadrado no crime de importunação sexual, que tem pena de até cinco anos de prisão.
Ex-aluna denuncia professor à Polícia Civil por importunação sexual nas redes sociais: ‘queria fazer determinadas coisas’
Homem é indiciado no RN por enviar ‘nudes’ para mulheres através de perfil falso em rede social
Instagram começa a testar novo filtro de nudes nas redes sociais
Reprodução/Twitter/ @alex193a

Globo Tecnologia

Leave a Reply

Your email address will not be published.