Uma nota do “Notícias ao Minuto”, indica que o Ministério da Saúde afirmou que os excedentes de vacinas vão ser utilizados para “cumprir o compromisso para com o mundo na luta coletiva contra a covid-19”.O país começou a exportar vacinas em janeiro, mas parou depois de ter sido atingido por uma forte vaga de casos, algo que deixou muitos países em desenvolvimento sem abastecimento adequado.A Índia doou ou vendeu 66 milhões de doses de vacinas a quase 100 países antes de parar as exportações.A covid-19 já provocou pelo menos 4.689.140 mortes em todo o mundo, entre mais de 228,49 milhões de infeções pelo coronavírus Sars-Cov-2 registados desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Fonte : Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.