Director-Geral do SERNIC coadjuvado por Vicente Chicote

Ilídio Miguel foi empossado, hoje, por Carlos Agostinho do Rosário, Ministro que tutela o Serviço Nacional de Investigação Criminal.

Embora o seu último cargo público tenha sido o de Secretário Permanente no Ministério da Agricultura, Ilídio Miguel não é novo no sector de combate ao crime. Já chefiou o Gabinete do Ministério do Interior, além de ter desempenhado algumas funções na extinta Polícia de Investigação Criminal (PIC).

Nas suas novas funções, Miguel será coadjuvado por Vicente Chicote, também empossado hoje.

Em meio à falta de esclarecimento de vários casos criminais no país, o Primeiro-Ministro exigiu dos empossados celeridade nas investigações e diz que os mandantes de raptos e assassinatos não devem ficar impunes.

Carlos Agostinho conferiu posse, também, ao Secretário-Permanente do Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos.

O SERNIC é uma instituição que substitui a Polícia de Investigação Criminal (PIC) e visa desenvolver a investigação criminal sem interferência, dependência orgânica ou subordinação hierárquica ao Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM).

Para o efeito, à luz deste dispositivo legal aprovado em Julho do ano findo, o SERNIC passará a subordinar-se ao Ministério do Interior e tutelado pelo Primeiro-Ministro.

Dotado de autonomia administrativa, o SERNIC visa ainda acompanhar a evolução dos fenómenos criminais, ajustando de forma permanente a sua organização e funcionamento às dinâmicas e exigências do desenvolvimento da sociedade, especializando-se cada vez mais na investigação da criminalidade mais grave e complexa.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.