Segundo Viktor Orbán, citado pela Euronews, o Estado de Emergência entra em vigor esta quarta-feira, horas depois de o Parlamento ter aprovado uma emenda constitucional que abriu a possibilidade de anunciar tal medida.“O mundo está prestes a entrar numa crise económica e o país deve permanecer fora da guerra, proteger a segurança das famílias”, disse Orbán.O primeiro-ministro disse que a crise está a ser desencadeada pela invasão russa da Ucrânia e pelas sanções de Bruxelas contra Moscovo.O estado de emergência significa que o Governo pode emitir decretos relacionados com o assunto, sem consultar o Parlamento. A alteração adoptada esta terça-feira foi proposta pelo executivo húngaro após a invasão russa da Ucrânia para fornecer ao país “os instrumentos necessários para ajudar, apoiar e acomodar os refugiados, bem como para contrariar e aliviar os efeitos económicos negativos”, escreve a SIC Noticias.

Fonte : Folha de Maputo

Leave a Reply

Your email address will not be published.