“Não confirmo que tenha havido casos de maus-tratos de mulheres grávidas neste centro de saúde, porque isso carece de uma investigação”, explicou Daniel Chemane, director Provincial de Saúde, tendo depois acrescentado que “já temos as nossas unidades de controlo interno e vamos com o próprio Ministério da Saúde averiguar se houve ou não casos de violência nesta unidade”
·

HPM e Centro de Saúde de Ndlavela investigam supostos casos de maus-tratos a mulheres grávidas – O País – A verdade como notícia



Fonte

15 thoughts on “HPM e Centro de Saúde de Ndlavela investigam supostos casos de maus-tratos a mulheres grávidas – O País – A verdade como notícia”
  1. Mas querem o quê com o povo ,estou a dizer essas meninhas em formas de médicas são estúpidas , Neusa Hilário venha contar a tua história .
    Tiveste que mostrar que também és funcionária é estudada para elas atenderem te como pessoa imagine para os que carecem de conhecimento e informação.haaaaa

  2. Não só a mulheres grávidas nesse centro de saúde, e sim aos pacientes em geral o mau trato é desde banco de socorros até a farmácia.
    Mas como O mano que escreveu num dos comentários: #Deus #nunca #abandona 🙏

  3. Não acontece apenas nesse centro de saúde, é lamentável o que as mulheres têm vivido na maternidade. Humilhação, maus tratos por parte das enfermeiras. É triste

  4. Como vão dar a cara e aceitar o que acontece nas maternidades!? A mulher passa muito mal até para ter bebé, agredida insultada e olha que muitas enfermeiras até parece que nunca tiveram filhos e nunca terao. Uma pouca vergonha.
    Aceitem e corrijam isso porque é uma realidade a 1000%

  5. As 3h da madrugada quase que me mandavam voltar com a minha esposa
    Ela sofrendo muito nesse,mas Deus não nunca nos abandonou
    Ndlavela😡

Leave a Reply

Your email address will not be published.