PELO menos 12 mulheres perderam a vida ano passado, no Hospital Central da Beira (HCB), vítimas do cancro do colo do útero, contra oito mortes registadas em igual período de 2021.

O chefe do Gabinete de Consultas desta doença na unidade sanitária, Sérgio Coimbra, indicou que, no período em análise, foram internadas 128 pacientes, o que representa um acréscimo de 22 casos quando comprado com o mesmo período do 2021, em que foram registados 106 casos.

Segundo ele, muitas mulheres dão entrada na Enfermaria de Ginecologia num estado terminal da doença, facto que não permite que os profissionais façam muita coisa para salvá-las.

Por isso, afirmou que a maior parte das doentes daquele fórum acabam em óbito, sendo que algumas delas morrem na própria unidade sanitária e outras nas suas residências.

Leia mais…

Fonte:Jornal Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published.