O Governo está interessado em trazer à Moçambique o espólio de Bertina Lopes, artista plástica, falecida em Itália em 2012, aos 86 anos de idade.
A ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula conta que nas suas obras, Albertina Lopes, pintora e escultora italiana nascida em Moçambique, exaltava o nacionalismo, a exploração e a luta contra a dominação colonial portuguesa.
A sua arte é caracterizada pela profunda sensibilidade africana com cores saturadas, composições corajosas de figuras semelhantes a máscaras e formas geométricas. Lopes foi reconhecida por destacar “a crítica social e o fervor nacionalista que influenciaram outros artistas moçambicanos de seu tempo”
A ministra da Cultura e Turismo, que participa esta segunda-feira na conferência Itália- África, esteve este domingo em casa da falecida, Bertina Lopes.
Bertina Lopes nasceu na antiga Lourenço Marques a 11 de Julho de 1924 e faleceu em Roma no dia 10 de Fevereiro de 2012
A última aparição pública de Bertina Lopes foi na Bienal de Veneza em 2011 e em 2012. (RM)

Fonte:Rádio Moçambique Online

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *