Published On: Sat, Apr 4th, 2020

Governo francês mobiliza 100 mil agentes de segurança para fiscalizar confinamento; Paris tem ruas vazias




Franceses só poderão sair às ruas por motivos de primeira necessidade a partir desta terça. Policiais conversam com turistas na avenida Champs-Elysées, em Paris, nesta terça-feira (17) Governo francês determinou confinamento por 15 dias
Christophe Ena/AP
Cerca de 100 mil agentes de segurança foram mobilizados para fiscalizar as ruas e multar quem não respeitar as regras de confinamento estabelecidas pelo governo francês a partir desta terça-feira (17). Fotos mostram ruas e pontos turísticos de Paris vazios.
Na segunda-feira (16), o presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou que os franceses só poderão sair às ruas por motivos de primeira necessidade. A restrição de circulação começou a valer às 12h (8h no horário de Brasília).
Os cidadãos só podem circular na rua para ir ou vir do trabalho, ir ao supermercado e ir aos centros de saúde, se necessário, e todas as infrações serão sancionadas. A partir desta terça, não será mais possível “encontrar amigos ou ir ao parque”.
Praça do Trocadero, que tem vista para a Torre Eiffel, em Paris, ficou vazia nesta terça-feira (17) após o governo determinar confinamento em toda a França
Ludovic Marin / AFP
“Estamos em guerra. Uma guerra de saúde, mas o inimigo está lá. Invisível, escorregadio. Peço que sejam responsáveis e não entrem em pânico”, afirmou o presidente francês em pronunciamento em rede nacional na segunda-feira (16).
Todos estabelecimentos públicos não essenciais, como bares, restaurantes e cinemas, já estão fechados no país, que já tem casos de contaminação em todo o seu território.
De acordo com o levantamento mais recente da Organização Mundial da Saúde, a França tem 5,3 mil casos de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. A epidemia surgiu em Wuhan, na província chinesa de Hubei.
Veja abaixo as principais medidas tomadas pelo governo francês:
Proibição de reuniões públicas nas ruas e parques entre amigos e familiares desta terça
Suspensão de viagens por 30 dias em países fora da Zona Schengen — grupo de 26 países europeus com livre circulação. Franceses no exterior poderão retornar
Suspensão do segundo turno das eleições locais, que ocorreriam no próximo do domingo
Suspensão das contas de luz, gás e aluguéis para empresas
Reformas em curso ficarão suspensas, inclusive a reforma da Previdência
Promenade des Anglais, em Nice, ficou vazia nesta terça-feira (17) depois da determinação de confinamento estabelecida pelo governo francês
Eric Gaillard/ Reuters
300 bilhões de euros de ajuda
Para mitigar os efeitos econômicos do coronavírus, Macron prometeu uma garantia de 300 bilhões de euros para empréstimos bancários a empresas. Trata-se de um “dispositivo excepcional para adiar impostos e encargos sociais, apoiar ou estender vencimentos bancários e garantias do Estado no valor de 300 bilhões de euros para todos os empréstimos bancários contratados com bancos”.
Ele também fez um apelo para que as empresas adaptem sua organização para respeitar as medidas de proteção e disse que o estado francês se compromete em ajudar empresas que correm risco de falência devido ao novo coronavírus.
Padeiro francês usa máscara protetora enquanto tira do forno uma forma com baguetes em Vertou, perto de Nantes
Stephane Mahe/ Reuters
Initial plugin text



Source link

Leave a comment

XHTML: You can use these html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>